Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras

Artigos

  16/05/2017 
PE. JORGE ALVES FILHO - ASSESSOR NACIONAL DA PASTORAL FAMíLIA DA CNBB.

No Dia Internacional da Família assessor reforça importância da exortação Amoris Laetitia

No Dia Internacional da Família assessor reforça importância da exortação Amoris Laetitia

Celebramos hoje o Dia Internacional da Família e nessa oportunidade devemos nos lembrar a importância que cada família tem para a sociedade e por isso mesmo deve ser respeitada e proclamada, pois ela é o berço dos relacionamentos, da educação, do respeito e da espiritualidade. Nesses tempos temos visto o quanto a família tem sido fragilizada e desconsiderada.

Para nós cristãos a família precisa estar no centro de nossa atenção porque temos a consciência de pertencermos à grande família dos filhos de Deus e nosso modelo é a Sagrada Família de Nazaré. O Papa Francisco deu-nos o presente da Exortação apostólica Amoris Laetitia que fala sobre o amor na família e nessa Exortação ele nos chama a atenção de que devemos nos relacionar na família com um amor que seja fecundo como o da Santíssima Trindade.

“Com este olhar feito de fé e amor, de graça e compromisso, de família humanae Trindade divina, contemplamos a família que a Palavra de Deus confia nas mãos do marido, da esposa e dos filhos, para que formem uma comunhão de pessoas que seja imagem da união entre o Pai, o Filho e do Espírito Santo. Por sua vez, a atividade geradora e educativa é um reflexo da obra criadora do Pai. A família é chamada a compartilhar a oração diária, a leitura da Palavra de Deus e a comunhão eucarística, para fazer crescer o amor e tornar-se cada vez mais um templo onde habita o Espírito”, AL 29.

Nós cristãos não devemos nos deixar levar pelo modismo de dizer que a família está acabada ou mesmo desagregada, isso é o que desejam aqueles que não encontram o valor sagrado da família. Celebrar o dia Internacional da Família, para nós deve ser motivo de reafirmarmos a bela vocação que cada pessoa recebeu para fazer parte de uma família, mas também precisamos ter a consciência de que embora existam famílias que passam por situações especiais, Deus nunca as abandona e nós, como Igreja precisamos ter os braços abertos para acolhê-las, acompanha-las e integrá-las em nosso meio.

Sagrada Família de Nazaré, rogai por nós!

Pe. Jorge Alves Filho
Assessor Nacional da Pastoral família da CNBB.

Fonte: www.cnbb.org.br
Última atualização: 16/05/2017 às 10:29:04
 
Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras

Comente este artigo

Nome:
Nome é necessário.
E-mail:
E-mail é necessário.E-mail inválido.
Comentário:
Comentário é necessário.Máximo de 500 caracteres.
código captcha
Código necessário.
 

Comentários

Seja o primeiro a comentar.
Basta preencher o formulário acima.

Rua Felino Barroso, 405 -  Bairro de Fátima  •  CEP: 60050-130  •  Fortaleza - CE
Caixa Postal 126 / 60001-970  •  Fone/Fax: (85) 3252-4046

  www.igenio.com.br